05 ago

Depois do post sobre plataformas para e-commerce e do post sobre dicas de fotografia de produto, tive a ideia de fazer mais alguns posts sobre “vender online”. Vou dar algumas dicas para começar uma loja virtual para você que está nessa também, além de contar tudo que aprendi desde que me inseri nesse mundo.

Nesse primeiro post da série Loja Virtual Descomplicada, vou abordar a questão da empatia. Para auxiliar, uma breve explicação: empatia é um processo no qual um indivíduo se coloca no lugar do outro para tentar compreender seu comportamento. Assim sendo, vamos fazer um esforço para nos colocar no lugar da pessoa mais importante para o seu negócio: o seu cliente.

PASSO 1: MUDANÇA DE PERSPECTIVA

Quando você muda sua perspectiva e sai da visão sua própria empresa para o seu cliente, tudo muda. Pode parecer complicado, mas a ideia é bem simples. Quando sentir vontade de se perguntar, por exemplo, “o que posso vender para os consumidores?”, faça o exercício de se perguntar: “quais são as verdadeiras necessidades dos clientes e como posso ajudá-los?”. Em vez de se perguntar: “como posso alcançar meu cliente”, pergunte-se “como ele prefere ser abordado?”. Eu sei, parece bobo e óbvio, mas esse é o primeiro exercício a se fazer quando você quer estabelecer qualquer tipo de comunicação com seu cliente.

PASSO 2: PENSAR COMO SEU CLIENTE

Agora, além da mudança de perspectiva da empresa para o cliente, é importante se colocar no lugar dele. Antes de oferecer um produto ou antes de fazer uma postagem nas redes sociais, comece a ter o costume de se perguntar como você gostaria de ser abordado. Eu leria essa postagem? O que eu pensaria sobre uma frase como essa? Eu gostaria de ver várias postagens seguidas de uma mesma loja? Quantos passos eu acharia ok ter que dar até a compra de um produto?
Isso é o básico para se perguntar. Analisar suas próprias respostas é o primeiro passo para ir em frente. Daí, o próximo passo é encontrar o seu cliente ideal e, a partir das suas características, formular um esquema bacana de comunicação com ele. Mas isso é assunto para um próximo post.

PASSO 3: EXERCÍCIOS PRÁTICOS PARA UMA BOA LOJA VIRTUAL

Pronto! Você já escolheu sua plataforma, montou sua loja, cadastrou seus produtos e está ansioso esperando a primeira venda. Recomendo um exercício prático: esfrie a cabeça, dê uma volta e depois volte para sua loja virtual com olhos de quem nunca viu aquilo antes. Analise as fotos, os textos, corrija-os. Confira os links, verifique se está tudo realmente explicado. Seja imparcial. Pergunte-se: eu compraria esse produto, partindo dessas fotos e dessa descrição? De novo, seja imparcial. Tente entender como o cliente se sente ao entrar na sua loja. Está tudo organizado? Existe alguma informação faltante? Dá para entender a lógica dos produtos, da loja? Seja im-par-ci-al.
Se puder contar com a ajuda de alguém para revisar a loja virtual, procure a pessoa que vai te dizer a verdade e não um fã (ou sua mãe, rs) que vai dizer que está tudo lindo e perfeito.

PASSO 4: O CLIENTE TEM SEMPRE RAZÃO

Não vai demorar muito (tomara que não!) para você receber contatos de pessoas interessadas em seus produtos. A dica é manter a pose e a boa educação, mesmo que seja difícil. Você vai, sim, receber várias dúvidas a respeito do seu produto que está ali, lindamente e detalhadamente explicado. Algumas pessoas não leem toda a descrição do produto e vão te fazer perguntas óbvias. E você? Vai botar um sorriso no rosto e deixar sua boa educação transparecer pela tela do computador. Além disso, algumas pessoas tem uma forte propensão para “tretas”, mesmo que virtuais, e a escolha é somente sua: comprar a briga ou respirar fundo e tentar entender o motivo pelo qual seu cliente age assim. Talvez seja um erro seu, talvez algo mal explicado tenha desencadeado um desentendimento. Mais uma vez: coloque-se no lugar do cliente barraqueiro, entenda os motivos dele e leve isso como aprendizado. Fica mais leve assim =)

Essas são dicas simples, porém valiosas para você que quer começar a se relacionar virtualmente com seus clientes.

Para fechar, deixo um vídeo bastante explicativo sobre o poder da empatia:

 

Comentários(02)

  1. Adoreeeei sua ideia!! Vou acompanhar seus post Preciso tomar vergonha na cara e montar e colocar a loja virtual pra funcionar!!! Obrigadaa
    Ahhh e certeza que vão surgir mais duvidas!! obrigada mesmo!! Beijos e boa semana

    1. Que bom que gostou, Laura!!
      Qualquer dúvida é só me perguntar… se eu souber, te ajudo rs!
      Isso mesmo! bota logo essa loja virtual no mundo!!
      Um beijo! =)

      Isabela Baldim 8 de agosto de 2016 Responder

Deixe um comentário